fbpx

por | 23 / mar / 21 | Artigos, Giro TE

Por Davi Nascimento dos Santos

O ensino da robótica vem crescendo muito no país por meio de diversas ferramentas. A robótica possibilita que os alunos desenvolvam inúmeras habilidades do século XXI e explorem todos os conceitos relacionados ao STEAM (ciências, tecnologia, engenharia, artes e matemática), ensino maker, pensamento computacional e uma variedade de competências.

Para ter o máximo de aproveitamento nessas áreas, é necessário seguir uma metodologia, de modo que a robótica se torne uma ferramenta para o ensino de diversas áreas do conhecimento. Pensando nisso, a LEGO® Education aplica em seus planos de aula uma metodologia que é dividida em cinco partes, conhecida como os 5Es: Engaje, Explore, Explain, Elaborate e Evaluate (em português Envolver, Explorar, Explicar, Elaborar e Avaliar).

 

METODOLOGIA  5Es: UM MODELO QUE VOCÊ PRECISA CONHECER

 

Envolver: é uma fase extremamente importante, pois é nela que o professor utilizará vídeos, imagens, histórias, aplicações práticas, perguntas, etc., para contextualizar e conectar aquilo que seus alunos vão construir no próximo passo com algo do mundo real ou conteúdo que eles estejam aprendendo em suas matérias.

Explorar: neste passo, os alunos vão “colocar a mão na massa” e fazer a atividade prática de construção, ou seja, é a hora de montar o robô!

Explicar: é o momento em que os alunos vão analisar o projeto prático que eles fizeram no passo anterior, refletir sobre aquilo que construíram e relacionar com a contextualização da aula. Neste passo, os alunos podem também fazer reflexões sobre possíveis melhorias a serem feitas no seu projeto.

Elaborar: nesta fase, os alunos irão além daquilo que foi proposto no passo “explorar”. São atividades complementares que vão desafiá-los a irem mais longe!

Avaliar: este passo está inserido em todo o processo, ou seja, pode-se dizer que está presente em cada um dos passos. Os professores e os próprios alunos avaliam uns aos outros e dão feedbacks de melhoria contínua em todo o processo.

Esse modelo foi desenvolvido pelo Biological Science Curriculum Study (BSCS) em 1987, com base na Teoria Construtivista.

Os planos de aula dos lançamentos LEGO® Education, como o BricQ Motion e SPIKE™ Prime, já foram criados seguindo a metodologia dos 5Es para maximizar o aprendizado e oferecer melhores ferramentas aos professores.

Aplicar a metodologia dos 5Es não é uma regra ou obrigação para quem usa LEGO® Education como ferramenta para o ensino maker, STEAM, pensamento computacional ou robótica, mas é uma excelente sugestão.

 

LEIA TAMBÉM ‘MESMO QUE VOCÊ NÃO PERCEBA, A TECNOLOGIA ESTIMULA O APRENDIZADO’

 

De acordo com um estudo da LEGO® Foundation – Learning through play at school: “As experiências envolventes perpetuam o aprendizado, levando os alunos além dos limites conhecidos, alimentado por seu interesse e motivação”. Ou seja, a partir disso podemos concluir que conjuntos da LEGO® Education permitem que os alunos coloquem em prática e realizem experimentos do que estão aprendendo em outras disciplinas, fazendo com que eles se interessem ainda mais por outras áreas do conhecimento. Já pensou como os alunos podem se desenvolver de forma divertida incluindo a robótica como ferramenta apoiada em uma metodologia que amplie o seu aprendizado?

Davi Nascimento dos Santos é teacher trainer da LEGO® Education e integra a equipe de Operação Nacional da FIRST® LEGO® League Discover e Explore.

Conheça as soluções da Tecnologia Educacional!

por | 23 / mar / 21 | Artigos, Giro TE